Automobilismo (1987 – 1996)

Fórmula Ford

1987 | Ingresso do Guga Ribas na Fórmula Ford.

Na Fórmula Ford, Guga Ribas continuou a ser o piloto combativo das pistas de Kart. Entre outros talentos do automobilismo nacional, Guga disputava os primeiros lugares contra nomes como Gil de Ferran e Christian Fittipaldi. No entanto, os resultados não foram os melhores possíveis graças a uma “remada contra a maré” e discordâncias com os dirigentes da categoria. A estada na Fórmula Ford durou apenas duas temporadas: 1987 e 1988.

O aprendizado serviu de base para a entrada no Campeonato Brasileiro de Marcas, em 1989. Entre nomes como Toninho da Matta, Ingo Hoffmann, Jorge de Freitas, Xande Negrão e Andreas Mattheis, Guga formou dupla com Marcelo Gomide nos dois primeiros anos de categoria. Depois, em 1991, montou a própria equipe e, ao lado de Silvio Crema, conquistou ótimos resultados. Foram dois vice-campeonatos e o reconhecimento da mídia e dos pilotos como referências na categoria. Porém, frustrado com o rumo da categoria, Guga decidiu que era hora de parar e saiu no fim de 1994.

A volta às competições de automobilismo se deu em 1996, na Stock Car, principal categoria do circuito nacional. A temporada não foi boa e a vontade de se dedicar mais à família falou mais alto. Guga deixou o Automobilismo, mas não poderia largar a competição. E logo no ano seguinte já começou a se dedicar a uma nova modalidade esportiva: o Tiro Prático.

Prêmios

Guga Ribas é uma referência no Automobilismo brasileiro. Confira os principais prêmios do atleta:

  • Campeonato Mundial de Kart: Campeão (1986) e 11º lugar (1985)
  • Melhor atleta de Automobilismo pelo Comitê Olímpico Brasileiro (1984)
  • Campeonato Estadual da Formula Kart: Campeão (1985)
  • Campeonato Estadual da 1ª Categoria 125cc: Campeão (1985) | Vice (1981)
  • Campeonato Estadual da 1ª Categoria 100cc FIA: Campeão (1980)
  • Campeonato Estadual da 2ª Categoria 125cc: Vice-campeão (1979)
  • Campeonato Estadual da 4ª Categoria Menor: Vice-campeão (1978)
  • Prova de estreia da 4ª Categoria Menor: Vencedor (1977)
  • Campeonato Brasileiro da 1ª Categoria 100cc FIA: 8 pole-position em 10 provas disputadas
  • Campeonato Estadual de Formula Ford: Vice-campeão (1988)
  • Campeonato Brasileiro de Marcas e Pilotos: Vice-campeão (1991|1992), Piloto mais combativo (1991|1992) e Piloto Revelação (1989)
  • Recorde do autódromo de Jacarepaguá com um carro de Marcas (1990)

Números totais no Automobilismo: 175 corridas disputadas.

Poles 43 / Vitórias 52 / 2º lugar 33 / 3º lugar 17

Galeria de imagens