Jaime Saldanha Jr: Fruto de uma nova geração

Filho de um dos melhores atletas de Tiro Prático, Jaime Saldanha Jr. soube transformar toda aprendizagem recebida do pai em grandes conquistas. Começou a se dedicar ao esporte aos 15 anos de idade e logo despertou a atenção dos atletas mais experientes, que acreditaram no seu futuro. Aos 19 anos, foi para o seu primeiro campeonato mundial e atualmente, com 31 anos, o atirador se encontra entre os dez melhores atletas de Tiro Prático do mundo.

Segundo Guga Ribas, já em 1999, o talento de Jaime marcou o técnico Frank Garcia, dos EUA, durante o curso em que se prepararam para o mundial. “O Jaime é um atleta com muita técnica”.

Hoje, Jaime procura fazer o mesmo com os jovens que estão começando no Tiro Prático. Ele costuma identificar as habilidades desses jovens e os incentivar, principalmente através dos cursos que ministra no clube de tiro de seu pai. Os atletas da categoria Juniores não precisam pagar mensalidade. Ele acredita que esse é um começo para colaborar com o futuro do Tiro no Brasil.

Você conhece o Tiro Prático desde criança, mas como foi o seu início nas competições?

Meu pai pratica há muitos anos. Ele já me ensinava algumas coisas desde que eu tinha uns 9 anos. Quando eu tinha 15 anos, comecei a trabalhar na loja de caça e pesca que ele tinha e me interessei mais em aprender sobre Tiro Prático. Foi nessa época que meu pai me ensinou, e logo (16 anos) comecei a competir.

Como você costuma se preparar para competir? 

Quando eu era mais novo, dava mais atenção aos cuidados, tinha uma alimentação regrada, mais tempo para treinar, além de praticar outros esportes. Hoje eu apenas curto a vida saudável que os esportes me proporcionam como hobby, pois preciso conciliar com o meu trabalho. Isso já mantém meu preparo físico bom para eu competir pelo Tiro Prático.

Quais são os esportes que costuma praticar?

Gosto muito de surfar, procuro ir com frequência para o litoral de São Paulo para curtir o mar com os amigos. Faço Triatlo também, mas me machuquei e estou um pouco afastado no momento.

Jaime durante uma prova de triatlo

Jaime durante uma prova de triatlo

O que você acha que o fez um dos melhores atletas de Tiro Prático do mundo?

Tenho paixão pelo TP! Eu gosto muito, por isso me dedico ao esporte.

Qual modalidade e divisão que você pratica? Qual é a sua especialidade?

IPSC – Open e Standard. Consegui um patrocínio de uma empresa italiana fabricante de armas, a Tanfogrio, e pelo contrato que fiz, irei competir em alguns campeonatos pela divisão Standard, como fiz no Campeonato Europeu desse ano (2010).

O que o Tiro Prático acrescentou a sua vida pessoal, profissional? 

O Tiro Prático é um esporte que exige bastante atenção aos detalhes. É um esporte muito técnico, baseado em muitos fundamentos. E você desenvolve esse olhar mais minucioso para muita coisa.

O que acha do tiro no Brasil?

É um esporte sério e interessante de se conhecer. Infelizmente, a primeira coisa a que as pessoas (aqui no Brasil) o associam é a violência, mas não sabem o quanto o esporte é seguro.

Tem alguma coisa para melhorar?

Justamente por causa desse preconceito, é raro conseguirmos patrocínio. Quando conseguimos, é de alguma empresa do meio (fabricante de armas, munição etc.). Sem bons patrocínios não tem exposição na mídia, e acaba que o atleta tem que bancar quase tudo para competir, e o material é muito caro. A melhora deveria ser um incentivo, principalmente para a nova geração.

Vejo que temos alguns jovens talentosos que estão iniciando no esporte. Meu pai tem um clube de tiro, onde eu dou aula também. Lá os atletas da categoria Junior não precisam pagar pelas aulas. Temos o exemplo do João Carlos, que compete pela Open. Esse rapaz tem 19 anos e chances de conquistar grandes títulos.

A Carol Faci também se destacou bastante no Campeonato Europeu desse ano (2010). Ela venceu o Shoot Off (um duelo que acontece no fim do campeonato, sem valer pontos).

A equipe do Mundial de 1999 marcou a história do TP no Brasil. O que você achou dessa equipe?

Para mim foi o mundial mais marcante. Apesar de eu não ter tido bons resultados, devido a um problema de saúde, nos preparamos muito bem. A equipe era muito boa e conseguimos alcançar um ótimo resultado geral: eu, Guga Ribas, Cesar Castro e Marcelo Artigas.

Guga e Jaime campeões Latino-americano de 2010 (Open e Modified)

Guga e Jaime campeões Latino-americano de 2010 (Open e Modified)

Como conheceu o Guga Ribas?

Em 1998, eu ainda não era conhecido no TP, e durante um campeonato regional em Brasília eu me destaquei. Foi quando o grupo formado pelos melhores atletas, entre eles o Guga, prestou atenção nos meus resultados e começou a me dar conselhos e me acompanhar. Foi assim que o conheci.

Como você o vê no esporte?

Ele é um atleta experiente que veio do automobilismo e acrescentou muito para o esporte. Ele agrega os atletas e torce muito por nós,algo que não costuma acontecer no Tiro Prático. Em 1999, conseguiu patrocínio da marca Leite de Rosas, e nós conseguimos nos preparar muito bem ao trazer Frank Garcia (técnico dos Estados Unidos) para nos preparar para o Campeonato Mundial. Ele foi o grande responsável pelo bom resultado que conquistamos no campeonato.

O Guga sempre me acompanhou e me deu conselhos maravilhosos! Ele e meu pai foram os que mais acrescentaram aprendizados durante a minha evolução.

  • Principais Resultados Nacionais de Jaime Saldanha Junior:
    • Atual 1º colocado no ranking brasileiro
    • Decacampeão Brasileiro - (2001/2002/2005/2006/2007/2008/2009/2010/2011/2012)
    • Trisdecacampeão Paulista (1997/1998/1999/2000/2001/2002/2004/2005/2006/2007/2008/2009/2010)
    • Tetracampeão Nacional Open – Pistola Open (2004/2007/2008/2009)
    • Tretracampeão Nacional Standard – Pistola Standard (2003/2006/2008/2011)
    • Pentadecacampeão Brasileiro Paulista (1997/1998/1999/2000/2001/2002/2004/
      2005/2006/2007/2008/2009/2010/2011/2012)
    • Mais de 100 vezes campeão de provas Nível III (provas reconhecidas pela IPSC internacional)
    • Além do IPSC, Jaime também é o atual campeão Brasileiro nas modalidades de NRA e Saque Rápido (2011).
    • Recorde absoluto no Saque Rápido (2009) – 500 pontos de 500 possíveis com 46x.
  • Principais Resultados Internacionais:
    • Bicampeão Panamericano de 2012 – Assunção/Paraguai – Pistol Standard
    • Bicampeão Latino-americano 2010/2013 – Buenos Aires, Argentina/ Guayaquil, Equador
    • Campeão Pan-americano 2006 – Brasília – Pistola Open
    • Tricampeão MERCOSUL – Pistola Open (1999/2000/2005)

Compartilhe

Esta entrada foi publicada em Entrevistas e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.